Geoterapia

GEOTERAPIA

A palavra geoterapia é resultado da composição de outras duas palavras de origem grega: GEO e TERAPIA. GEO significa terra, barro, lama e TERAPIA quer dizer tipo de tratamento que tem certo princípio, meio ou fundamento.

Todas as terras e argilas possuem 3 componentes geológicos fundamentais: o quartzo, o feldspato e a mica, ambos em quantidades diferentes, conforme localização geográfica.

Na argila, podemos encontrar também os seguintes componentes químicos: a sílica, o alumínio, o ferro, o cálcio, o potássio, o magnésio e o titânio.

TIPOS DE ARGILA

Caulinita (argila branca): constituição mais firme das camadas.

Montimorilonita (argila verde, vermelha): melhor substituição de íons.

Substituição freqüente: Mg, Fe, Ca, Na, Zn, Li.

A montimorilonita quando manipulada, tem maior troca iônica, então tem maior absorção de água. Já a Caulinita tem menor absorção de água porém menor troca iônica.

A argila possui cristais de quartzo que tem a capacidade de memorização e conservação energética. Quando os cristais de quartzo são submetidos a uma pressão mecânica, produzem uma voltagem elétrica mensurável. Inversamente, a aplicação de uma corrente elétrica a um cristal produz movimento. A maioria dos aparelhos eletrônicos utiliza uma placa de quartzo, cada uma das quais apresenta uma freqüência natural de ressonância que varia de acordo com a sua espessura e tamanho. Se uma corrente alternada atravessa a placa de cristal, as cargas oscilam para a frente e para trás na freqüência de ressonância do cristal. Essa oscilação é chamada de piezeletricidade.

Outro exemplo de efeito piezelétrico é o que acontece quando o cristal de agulha de um toca – disco transforma em oscilações elétricas as vibrações mecânicas produzidas pelas ranhuras do disco.

A estrutura cristalina responderá de forma notável e precisa a uma grande variedade de energias, incluindo o calor, a luz, a pressão, o som, a eletricidade, os raios gama, a bioeletricidade e, até mesmo, as energias da consciência (isto é, ondas de pensamento ou formas-pensamento). Em resposta a esses diversos inputs energéticos, a estrutura molecular do cristal sofrerá determinadas formas de oscilação, criando assim freqüências vibratórias específicas de transmissão de energia.

Os cristais de quartzo podem ser usados de muitas maneiras diferentes para processar vários tipos de energia. Essas funções são bastante numerosas e incluem recepção, reflexão, refração, magnificação, transdução, amplificação, focalização, transmutação, compensação e transmitância.

Cada cor de argila tem uma função diferente. De acordo com a freqüência de onda e índice de refração de cada cor, ela é capaz de restaurar ou inibir a vibração de energia ou atividade do organismo humano.

Branca: É também conhecida como caulinita, muito utilizada na área cosmética, porém tem seus efeitos medicinais consideráveis. Caracteriza-se por hidratação rápida, clareamento da epiderme. Tem ação de aumentar a oxigenação de áreas congestionadas, muito utilizada para esfoliação facial e de pele delicada e sensível. Auxilia no processo de transformação das células da epiderme, regulando a queratinização tem efeito de revitalizar. Geralmente é a mais indicada pra iniciar tratamentos de ingestão de argila, dependendo da intenção terapêutica associa-se a outras, e a fototerápicos.

A argila branca possui maior quantidade de cálcio, que tem Ph neutro, misturando com outra argila irá amenizar seu efeito.

Verde: Constitui alumínio, sílica, cálcio e magnésio. Podemos dizer que seu grau de ação é mais forte que a argila branca e menos forte que o da argila vermelha. Possui capacidade de ação profunda e lenta. Associando a MTC, o verde tem uma característica Yin, sendo bastante indicada em casos de dor, tratamentos de processos de desequilíbrio por excesso de atividade. Os desequilíbrios gerados por calor, fogo, vento-calor, entre outros desequilíbrios que geram desordem Yang ou preponderância e podem ser tratados com esta argila. E de acordo com a fisiologia o frio produz efeitos de vasoconstrição, desencadeada por atuação no Sistema Nervoso Autônomo Simpático. O frio provoca como efeito uma depressão da função fisiológica como um todo. Entre as respostas fisiológicas estão: diminuição do metabolismo geral, diminuição da temperatura corporal, diminuição da freqüência cardíaca, diminuição da circulação sanguínea periférica, diminuição do coeficiente respiratório, sensação cutânea deprimida. No aspecto circulatório : após a cessação do estimulo ocorre uma vasodilatação manifestada por sensação de calor, formigamento e pele rosada. Ocorre também a diminuição da freqüência cardíaca e ligeira elevação da pressão sanguínea, pois tanto a resistência sistêmica periférica quanto débito cardíaco aumentam. No aspecto térmico: aumento da produção de calor através dos mecanismos controlados pelo hipotálamo, entre eles o aumento do metabolismo. No aspecto nervoso: estimulação nervosa reflexa com acréscimo do tônus muscular e sensação geral de mais vigor e bem estar. Além disso, o frio provoca o mesmo efeito de sedação que o calor, por competição de estímulos nervosos.

Vermelha: É uma das mais ricas em óxidos de ferro e cobre. Possui maior poder de estimular reação do organismo. Tem ação terapêutica rápida. Geralmente indicada para finalização de tratamentos e utilização em processos agudos. Na MTC o vermelho tem características Yang. Na fisiologia o calor  tem o efeito de vasodilatação, pois ocorre uma resposta de inibição da atuação do sistema nervoso simpático no tônus vasomotor, provocando vasodilatação com intuito de facilitar a perda de calor para a pele, facilitando os mecanismos de manutenção da temperatura corporal. Ocorre também uma inibição do sistema simpático responsável pelos mecanismos de produção de calor. Com isso há uma diminuição do metabolismo e do tônus muscular, principais responsáveis pelo aumento da temperatura corporal. Outra resposta fisiológica é o aumento da freqüência cardíaca. Em função do calor ocorre uma estimulação simpática do coração fazendo com que aumente a freqüência cardíaca. Esta resposta auxilia na perda de calor porque aumenta a velocidade do fluxo sanguíneo pelo sistema circulatório. O ritmo respiratório aumenta, pois com o aumento do retorno venoso ocorre um aumento na circulação pulmonar e das áreas de troca gasosa.

TEORIAS QUE FUNDAMENTAM A GEOTERAPIA

 

TEORIA ENERGÉTICA: refere-se a troca de energia com o corpo em questão. Bontempo (2000) relata como ocorre a troca de energia perniciosa acumulada na área doente e transmissão de sua energia de alta qualidade vital. Existindo assim troca de energia com a área afetada (independente da modalidade escolhida, uso interno ou externo).

v     – Raios solares: Luz e calor – freqüência de onda eletromagnética capaz de interferir na estrutura superficial do Cristal de quartzo (reativam a memória dos cristais através dos raios solares). Promove ação direta sobre o solo, além do calor produz, os raios solares influenciam na estrutura dos elementos constituintes da argila principalmente os cristais de quartzo, produzindo consequentemente benefícios ao ser humano, animais, vegetais entre outros que necessitam de luz e freqüência de onda emitida pelos raios solares para manutenção da vida.

v     – Telúrico-magnética: É determinada pelo próprio campo magnético vibratório do planeta que também vai atuar nos cristais de quartzo deixando a estrutura impregnada desta vibração. Mesmo a argila seca, sem ser manipulada em água contém vibração.

v     – Intrínseca: Determinada pela localização geográfica, considerando-se idade, clima, resíduos vulcânicos, exposição ao sol, etc. É com este perfil que designamos as diferenças das argilas. Qualidade e quantificação (variedade de minerais).

v     – Radiativa: radiação intrínseca no átomo instável de determinado elemento presente na argila. Emissão de partículas por instabilidade do núcleo.

 

TEORIA DOS ELEMENTOS: pela concentração ampla de elementos minerais, em contato com a pele ou trato gastrointestinal, a argila promove ao corpo o acesso dos elementos que contém. A reação e ação dos elementos com o corpo ocorrem por processos dinâmicos, que envolvem a ação de capilaridade, difusão, osmose, entre outros mecanismos que caracterizam esta teoria. É importante destacar que a presença de elementos minerais, não determina o grau de reação ou troca com o corpo, mas a necessidade que o corpo possui de determinados elementos minerais.

v     – Propriedade térmica: o equilíbrio da temperatura ocorre devido ao fenômeno dissipador de calor produzido pela compressa fria. Esse efeito é bem conhecido na hidroterapia. Ao observarmos melhor, ao manipular a argila com água em temperatura ambiente veremos que a temperatura cai cerca de 1 a 2 graus. Isto possibilita entender que a argila já possui uma propriedade de refrescar.

v     – Capacidade osmótica: caracteriza-se pelo processo natural da capacidade de equilíbrio dos líquidos do meio mais concentrado para o menos concentrado. Permitindo equilíbrio do meio em questão.

v     – Capacidade anti-microbiana: a argila (desde que não contenha impurezas orgânicas ou que tenha sido exposta em ambiente contaminado) é pobre em substancias necessárias à sobrevivência dos germes e, por isso, ao ser aplicada sobre o local desejado, priva-os dos nutrientes.

MASSAGEM DESINTOXICANTE COM A GEOTERAPIA

 

Através da manipulação de uma massa com argila mais diluída sobre o Meridiano da Bexiga e Vaso Governador, atuando também sobre os pontos Bei-Shu, promove-se a circulação de Qi, nesses meridianos, desbloqueando qualquer estagnação provável. De acordo com a função dos pontos presentes em cada um destes meridianos na região do tronco, isto é, dos pontos B11 ao B25, B41 ao B52 (B36 ao B47) e do VG14 ao VG3 fornecem uma regulação e esta ocorre através de reações físicas e emocionais. Além da própria função provocada pela argila através da Teoria Energética, podemos citar o estímulo mecânico (há o deslizamento sobre o SNA, equilibrando suas funções).

Reações: extravasamento de sentimentos (choro, irritabilidade, ira, raiva, riso compulsivo, aumento da verbalização, confusão de idéias e pensamentos), a excreção de toxinas pela pele e urina (principalmente), e finalmente, estímulo aos órgãos e vísceras, com o intuito de regulamentação e reequilíbrio de suas funções.

FISIOGNOMONIA

 

– Desgaste orgânico: ênfase na área emocional (preocupação), relacionado também com a parte alimentar e acompanha sinais na área da circulação. Sulcos profundos, linhas e rugas, em geral são provocados por excesso de trabalho mental. Ingestão de alimentos fermentativos e pela presença anormal de líquidos no intestino delgado.

– Glândulas Supra Renais: Forma e posição da sobrancelha – quando caídas denota sinal de cansaço. Característica forte ao semblante, determinando uma qualificação ao tipo de emoção, estado de espírito ou aspecto do individuo.

Função básica: fabricação de corticóides que atuam nos estados álgicos e inflamatórios.

Fígado e Vesícula Biliar: Edemaciada e vermelha pode indicar uma congestão do Fígado. Rugas e sulcos, rasos ou profundos nos demonstram uma disfunção ou sobrecarga, por substâncias que agridem ou perturbam a função do fígado e/ou vesícula.

Função básica: responsável pela distribuição e envio dos nutrientes, envio de toxinas metabolizadas para corrente sangüínea e produtor de colesterol.

 

– Sistema Endócrino: Os pés de galinha são os sinais característicos desta área, podendo estar ligada a um desgaste de terminados órgãos, motivado por um desgaste que causa alterações hormonais. A origem é variada, porém pode-se vincular a atividade sexual excessiva ou à presença de quantidades excessivas de hormônios no organismo. Pode ser causada por hiperatividade dos ovários, testículos, suprarenais, hipófise, ou por hormônios sintéticos.

Função básica: é o conjunto de órgãos que apresentam como atividade características a produção de secreções, que são lançados na corrente sanguínea e irão atuar em outra parte do organismo, controlando ou auxiliando o controle de sua função. Os hormônios influenciam praticamente todas as funções dos demais sistemas corporais.

 

-Coração/ pequena circulação: Em geral a ponta do nariz não apresenta sinais, podem existir problemas de circulação quando há vermelhidão e edemas. Em algumas pessoas, dependendo das condições da circulação cardíaca, pode mostra-se excessivamente vermelha.

– Circulação Sanguínea/ grande circulação: Condições funcionais da circulação sangüínea (grande circulação). Na face pálida e sem vida, observa-se em doenças debilitantes e se fará presente toda a vez que a energia vital estiver alterada. A circulação periférica é constituída por pequenos vasos arteriais, venosos e linfáticos da pele, do córtex cerebral e do envoltório de órgãos, quando prejudicada por vasoconstrição, tabagismo, doenças, degenerativas e outros, as células não recebem a quantidade suficiente de oxigênio e nutrientes, o que desenvolve um tipo de carência. Pode também ocorrer vermelhidão, com pequenas veias dilatadas, apresentando uma dilatação anormal e supostamente perigosa dos grandes vasos internos.

– Pulmões: As alterações mais comum observadas são vasos dilatados (arroxeados ou vermelhos), edemas e descamações. Significando dilatações da árvore respiratória como na branquectasias e enfisemas, inflamações do tecido bronquiolar e/ou pulmonar, além de irritações brônquicas, alveolares e alergias respiratórias.

Função básica: garantir a chegada do oxigênio até o sangue, através do sistema alvéolo capilar.

– Estômago, intestino Delgado: O lábio superior pode apresentar vários sinais que costumam desaparecer quando são tratados. Rachaduras: fermentação antiga, mau estado geral do estômago e do duodeno. Aftas na mucosa: fermentação. Pontos esbranquiçados: estômago fraco, deficiência de energia. Edemas/vermelhidão: estômago inflamado. Palidez: pouca produção de secreção, anemia. Herpes freqüente: baixa resistência imunológica devido à alimentação de baixa qualidade. Lábio naturalmente grosso: estômago dilatado e vísceras digestivas desproporcionais. Sulcos e edemas: estômago hiperativo, acidez excessiva. Rugas peribucais, que podem ser manifestadas por expressão, ou pela idade, indicando um desgaste ou disfunção.

Função básica: absorção dos nutrientes.

– Intestino Grosso: lábio inferior muito espesso ou dilatado, observa-se a tendência de manifestação de problemas nos intestinos, em geral, acumulo de resíduos, intestino preso, flatulência e cólicas. Os sinais presentes aproximam-se do ID – área 6.

Função básica: Absorção de cálcio que será utilizado na musculatura, além de auxiliar na excreção.

– Desgaste físico e condições Metabólicas: Demonstra condições físicas e energéticas, porém relacionadas ao desgaste físico. Quando sulcos profundos e precoces (Sulco nasogenianos), indicam excesso de trabalho orgânico (alcoolismo, abusos alimentares, sobrecarga digestiva, exageros sexuais, ingestão de medicamentos ou drogas, líquidos em demasia) desgaste intelectual, vida noturna intensa, irritação do fígado e outros.

-Rins e bexiga: esta região reflete as condições da distribuição de água e sais minerais (Na, Ca, K). Afere mudanças caso ocorra ingestão alta de álcool, refrigerante e mesmo muito líquido durante as refeições, consumo de alimentos com excesso de sal, ou por predisposição orgânica, indicando má excreção, acúmulo de líquidos ou rins sobrecarregados. Quando escuro, encovado pode apresentar um estado de deficiência energética geral devido ao desgaste das funções renais. Já dilatações leves a moderadas, com rugas bem marcadas seguindo para maiores edemas, evoluindo para manchas escurecidas, pode demonstrar possível falência da função renal, relativa/absoluta, aguda/crônica.

Função básica: eliminação de toxinas

– Sistema reprodutores: Esta apresenta condições funcionais ou características hereditárias desta região. Referem influencia do aparelho genital, sistema hormonal e do sistema nervoso simpático e parassimpático no temperamento e qualidade bioenergética.

CARACTERÍSTICAS A SEREM OBSERVADAS NA FISIOGNOMONIA

Seca: necessita de Hidratação

Úmida: retenção de líquidos; pode indicar boa hidratação (verificar cor e textura)

Brilho: oleosidade em excesso – gordura – glândulas – toxicidade.

Mais clara: necessidade de nutrientes

Mais escuras: liberação de resíduos (presença de toxinas)

Com rachadura: grau de desidratação

Sinais básicos para avaliação:

-Coloração da face: Amarelada (estômago/Baço Pâncreas), Avermelhada (Sistema Circulatório), Branca (Pulmão), escurecida (Rins e Bexiga), Esverdeada (fígado).

– Edemas: Sistema Linfático.

– Erupção Cutânea: desintoxicação, intoxicação.

– Descamações: Peso corporal x 35ml.

 

RELAÇÃO EMOCIONAL COM OS CINCO ELEMENTOS NA MEDICINA CHINESA

 

Pulmão e Intestino Grosso: Tristeza

Coração e Indestino Delgado: Alegria

Baço e Estomago: Preocupação

Fígado e Vesícula Biliar: Raiva

Rim e Bexiga: Medo

Após a utilização da Geoterapia, em especial, máscara facial, a pele pode responder da seguinte forma:

HIPEREMIADA (AVERMELHADA): Isto ocorre com a reação com nutrientes que a argila possui ou em função da vascularização provocada pela terapêutica. A argila é rica em minerais, que por sua vez em contato com a pele (quente ou fria) ocorre um processo de troca de energia e, íon e os minerais acompanham, estimulando simultaneamente o aumento do calor e facilitando a absorção dos elementos terapêuticos que o corpo precisa, conforme teorias abordadas anteriormente. A pele faz um processo seletivo natural, permitindo a penetração na velocidade e freqüência do que lhe é necessário.

DESCAMAÇÕES: pode ocorrer no mesmo dia ou ate 24 horas após a aplicação. Isto é um processo normal de reação dérmica. Considera-se que as células mortas e desidratadas estão sendo expelidas/descamadas e as células novas estão tomando o seu lugar. Porém, é importante avisar ao interagente deste resultado.

HIPERTEMIA: Em função da vasodilatação ocorre aumento da temperatura. Reação considerada normal e positiva. Salvo em casos de argila contaminada que pode estar agredindo a pele e não tratando.

 

SENSAÇÃO DE PELE RESSECADA: pode ocorrer pela ação adstringente da argila. A diminuição da oleosidade faz arte do processo terapêutico. Assim, se isso ocorrer, o interagente deve ser orientado para utilizar soro fisiológico.

 

ABSCESSOS: Por ser desintoxicante, o tratamento com a argila pode acelerar esse processo do organismo através da pele, provocando primeiro a eliminação de impurezas através do aumento de erupções cutâneas e depois com a continuidade do tratamento vai desaparecendo á medida que as impurezas vão sendo eliminadas. Convém avisar ao interagente que esse processo pode ocorrer.

Com a aplicação da máscara facial podem ocorrer no interagente: Irritabilidade, sensação de sufoco, impaciência.

 

INDICAÇÕES MEDICINAIS DA ARGILA

 

Adenite, amigdalite, contusões, distúrbios circulatórias, distúrbios gastrintestinais, distúrbios renais, dores em geral, estresse, faringite, febre, feridas, inflamações, externas e internas, laringite, leucemia, picadas, reumatismo, sinusite, tumores externos e internos, processos inflamatórios, afecções dérmicas, distúrbios dos sistemas cardiopulmonar.

CONTRA INDICAÇÃO DA GEOTERAPIA

 

Aplicação direta em úlceras, ferimentos profundos e fraturas expostas; aplicação direta no tórax do interagente com marcapasso; no inverno, evitar aplicação fria no tórax e região lombar; aplicação sem lavar o rosto; claustrofobia; evitar aplicar dentro do nariz, vagina em fístulas e queimaduras de 2 e 3 graus.

TEMPERATURAS NA GEOTERAPIA

 

v     Temperatura quente:

35°C – 40°C

Aplicação máxima de 10 minutos (15minutos).

v     Temperatura fria:

Abaixo de 20°C

Aplicação varia entre 40 minutos e 1:30h

v     Temperatura morna:

27°C – 33°C

Obs: Lembrando que estes parâmetros são utilizados para nos basearmos metodologicamente, e que Sempre devemos levar em conta a sensibilidade do interagente.

BIBLIOGRAFIA:

 

MEDEIROS, E. MENDONÇA, G. HAUCK, L. Geoterapia : a terapia da argila. Palhoça, 2005

BONTEMPO, Marcio. Medicina Natural. São Paulo: Nova Cultura, 2000

GERBER,R. Medicina Vibracional. São Paulo: Cultrix,1997

Responses

  1. Ótima matéria Mathias, Parabéns!!!!

  2. Muito boa a materia.

  3. Excelente matéria,!!!
    Muito detalhada e precisa,dos inumeros textos e comentarios em que obtive a oportunidade de ler sobre Geoterapia esta para mim foi a mais rica em conhecimento.

    Muito Obrigada!!!!!

  4. Exelente matéria,nela encontrei o principio do caminho que devo seguir.Marevilhoso,bem detalhado.Obrigada.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: