Massoterapia

MASSOTERAPIA

Massagem sueca

Histórico

1776-1839 Século 19- Pehr Henrick Ling (Sueco) desenvolveu a massagem sueca, não foi ele que inventou. Desenvolveu o método

1839- 1901- Johan Mezger, holandês que levou a massagem para conhecimento da comunidade cientifica médica.

Com 3 termos:

  • Effeurage– deslizamento
  • Pretrissage- rolamento
  • Tapotagem– batidas

Conceito de massagem

Manipulação dos tecidos moles para fins terapêuticos:

3 efeitos: mecânicos, fisiológicos, psicológicos

Objetivo Geral da Massagem

Reequilibrar as funções do organismo

Mecânicos:

Movimento, mobilização (fibras musculares, massas musculares, tendões, tendões em bainhas). Pele e tecido subcutâneos, aderências, tecidos cicatricial.

Linfa, edema, sangue venoso, secreção pulmonares, hematomas, conteúdo intestinal.

Fisiológicos:

  • Aumento da circulação sangüínea, e linfática.
  • Aumento de nutrientes
  • Aumento de extensibilidade do tecido conjuntivo.
  • Aumento dos movimentos das articulações.
  • Estimulação do processo de cicatrização
  • Estimulação das funções autonômicas
  • Estimulação das funções viscerais
  • Estimulação Sexual
  • Facilitação da atividade muscular
ﮙPsicológicos

Efeitos gerados pelo próprio organismo em reação reflexa aos efeitos fisiológicos

  • Alívio da ansiedade e tensão
  • Alívio da dor
  • Sensação geral de conforto

 

 

 

 

Sistema Nervoso

 

S.N Central                                           S.N. (Periférico Nervos cranianos e espinhais)

Transmitem sinais entre o SNC e todas as          outras regiões do corpo

Possuem nervos aferentes e eferentes

 

  • Somática: fibras que saem da medula espinhal para inervar células musculares e esqueléticas.
  • Autônoma: inerva músculos cardíacos e lisos e glândulas do trato intestinal.

 

 

Simpático                                 Parassimpático

 

Receptores: substâncias químicas que tem a função de responder as alterações do ambiente.

Localização: terminais periféricos dos neurônios aferentes, pele, músculos, tendões e articulações.

 

CLASSIFICAÇÃO DOS RECEPTORES

  • Mecanoceptores: respondem a sensação de toque, movimentos, pressão e vibração.
  • Termoceptores: identificam frio e calor.
  • Nociceptores: respondem a estímulos que podem causar alguma lesão nos tecidos .

Reflexo: resposta involuntária e um estimulo ocasionado por uma mudança no ambiente interno e externo.

Tipo de conexões:

  • Cutâneo Visceral
  • Neurais com tecidos Periféricos (Dermátomos)
  • Visceromotor
  • Reflexo abdominal

EFEITOS FISIOLOGICOS DA MASSAGEM

Sistema nervoso autônomo: o efeito se relaciona com a divisão simpática e parassimpática.

  • Função simpática: aumenta nos primeiros 15 minutos após o início da massagem.
  • Funções parassimpáticas: aumenta no decorrer da massagem sendo uma resposta do próprio organismo em relação ao estimulo anterior, no sentido de reequilibrar as funções.

ü      Circulação sanguínea arterial: a massagem produz um efeito reflexo sobre os músculos não estriados (arteríola) promovendo a sua dilatação, aumenta o fluxo de histamina (vasodilatador) e aumenta o volume de sangue no membro

ü      Circulação sanguínea venosa: a massagem produz efeito sob a ação mecânica das manobras, aumentando o fluxo venoso

ü      Circulação Linfática: a massagem produz efeito sob a ação mecânica das manobras

ü      Substâncias  neuroendócrinas: substancias que conduzem o impulso nervoso de um neurônio para o outro

ü      Dopamina: influencia a atividade motora, a concentração e atenção, alegria, entusiasmo e a sensação de prazer.

ü      Serotonina: influencia o humor com relação as emoções, atenção, produz efeitos calmantes e tranqüilizantes, reduz a irritabilidade, atua na redução da dor e equilibra a sensação de saciedade e sono.

 

ü      Encefalinas/ endorfinas: produz influência no ânimo, saciedade com relação ao apetite e na dor.

ü      Ocitocina: tem influencia nas relações de par e casal.

ü      Epinefrina/ adrenalina e noraepinefrina/ noradrenalina: produz sua ação ativando os mecanismo de excitação do organismo.

ü      Cortisol: hormônio produzido durante o estresse prolongado que provoca o aumento da estimulação simpática.

ü      Músculos: a massagem produz efeito sob ação mecânica das manobras diminuindo a estase sanguínea, drena resíduos metabólitos e tem ação sobre o complexo de golgi promovendo uma ação inibitória reflexa.

ü      Órgãos digestivos: a massagem produz efeito mecânico e reflexo mobilizando conteúdos do estomago e intestinos.

ü      Ossos e articulações: a massagem aumenta a circulação de nutrientes e restaura a amplitude de movimentos.

ü      Secreção pulmonar: a massagem produz efeito de mobilizar o muco pulmonar através da ação mecânica das manobras.

ü      Tecido adiposo: a massagem produz efeitos psicológicos e aumento da circulação.

ü      Efeitos psicológicos: resultados cumulativos da massagem podem mudar o estado emocional de cada individuo.

INDICAÇÕES PARA MASSAGEM

  • Alivio das tensões/ stress
  • Distúrbios Circulatórios- (drenagem de líquidos, edemas, hematomas)
  • Promoção relaxamento
  • Alivio da dor
  • Desintoxicação
  • Disfunção músculo-esquelético
  • Regula o metabolismo
  • Melhora da auto-estima/ auto-confiança.
  • Promoção do sistema tegumentar
  • Desenvolvimento/ melhora percepção tátil
  • Disfunções do sistema digestivo
  • Prevenção de deformidades
  • Disfunções emocionais

Contra- indicações gerais (envolve todo o corpo)

  • Pneumonia(estagio agudo)
  • Insuficiência renal e respiratória avançada
  • Diabetes com complicações
  • Eclampsia na gravidez, gravidez- até o 3º mês.
  • Hemofilia
  • Hemorragia
  • Aterosclerose grave
  • Febre superior a 38º C
  • Hipertensão grave (instável)
  • Cânceres metastáticos
  • Doenças contagiosas ou infecciosas

Contra- indicações locais/ ou regionais- restritas a um local

  • Problema articulares em fase aguda (artrite reumatóide)
  • Queimaduras recentes
  • Hiperestesia(aumento da sensibilidade)
  • Ferimentos
  • Problemas circulatórios graves (trombose)
  • Hérnia de disco
  • Inflamação (agudas) em geral (até 72 horas após seu inicio)
  • Edemas significativos (com sinal de cacifo)

Cuidados básicos durante uma sessão de massagem

  • Manter o interagente sempre coberto (manter o máximo de privacidade)
  • Não se debruçar sobre o interagente
  • Usar roupas adequadas para prática e manter o máximo de higiene possível em relação ao ambiente e o naturólogo
  • Manter uma conversa simples e de fácil entendimento para o interagente
  • Estar atento a qualquer mudança na freqüência respiratória, temperatura, dores, espasmos, nódulos, edemas, e gânglios linfáticos inchados e avermelhados
  • Lavar as mãos antes e após a aplicação.

Avaliação Corporal

POSTURA: demonstrar desvios ou exageros da curvatura normal da coluna.

ESCOLIOSE: curvatura da coluna para direita ou para esquerda.

HIPERLORDOSE: aumento da curvatura normal da coluna lombar ou cervical.

HIPERCIFOSE: aumento da curvatura normal da coluna torácica.

TENSÃO MUSCULAR: observa-se através de uma proeminência em qualquer parte do corpo.

ATROFIA MUSCULAR: área onde o volume muscular é menor se comparada com o lado oposto.

HIPERTROFIA MUSCULAR: área onde o volume de músculos é maior quando comparada com o lado oposto.

Avaliação da Pele

Cor- (quando tem uma inflamação pode estar vermelho o local)

Ressecamento- psoriase

Umidade- qdo se inicia a  massagem é normal a pelo ficar mais oleosa

Diminuição da mobilidade- casos de aderência, má cicatrização.

Verrugas e feridas

Descamação

Pápulas

Gânglios

Tecidos Moles

Inflamação- normalmente do interagente já relata a inflamação.

Nódulos

Cistos

Edema

Aumento de gânglios

Avaliação da Temperatura

Aumento/ redução- verificar a P.A antes de depois da interagência

Avaliação do movimento dos membros afetados

-Movimento passivo

-Movimento ativo

Avaliação da dor:

Aguda, crônica, referida

Descrição dos movimentos da massagem

  • Effleurage ou deslizamento: manobra básica de deslizamento com as mãos sobre os tecidos do corpo. É a manobra inicial da massagem, usada também para transitar de uma manobra para outra e proporcionar o primeiro contato com o interagente. Deve ser realizada das extremidades para o centro, no sentido do retorno venoso e linfático e com uma velocidade LENTA.

Superficial: primeiro contato com o interagente, usada para iniciar e finalizar a massagem. Manobra realizada levemente, que tem a função de avaliação dos tecidos.

Espalhar o creme.

Profundo: manobra realizada com uma maior pressão quando comparada ao deslizamento superficial.

EFEITOS

– efeitos reflexos

– aumento da circulação no local e sistêmica

– melhora no retorno venoso linfático e venoso

– facilita a remoção de metabólitos

– promove alongamento da fáscia muscular.

– Reduz dor e fadiga

  • Petrissage (compressão ou amassamento): manobra que necessita o uso de determinada pressão que desloca, contorce e ergue os tecidos promovendo uma pressão em estruturas subjacentes. Deve ser realizada preferencialmente no sentido do fluxo venoso, podendo ser efetuada também em qualquer sentido.

EFEITOS

– Alongamento e liberação de aderências

– Aumenta a circulação sanguinea e linfática

– diminui dor de fadiga

– redução de edema

Compressão:

Com as palmas das mãos e dos dedos

Com os dedos e polegar

Com as eminências tênar e hipotênar

Amassamento: Rolamento, em forma de 8- bracelete/ semi-circulo.

Pinçamento.

  • Percussão (tapotagem): golpes leves realizados sobre os tecidos. Pode ser realizada em qualquer direção

Percussão com dedos mínimo, com os dedos, com a mão em concha

EFEITOS

– estimulante

– estimula a atividade simpática

– melhora a dispersão do muco pulmonar

– aumenta a circulação local

Contra- indicação

– na cabeça e pescoço

– em articulações

– sobre a coluna

– áreas inflamadas

– músculos tencionados e contraídos

– na região dos rins

– áreas de hipersensibilidade, veias e varicosas

  • Fricção: manobra onde os tecidos são mobilizados sobre as estruturas subjacentes.

Manobra que mais rapidamente aumenta a circulação local e temperatura.

EFEITOS

– dispersão de depósitos patológicos

– liberação de aderências

-Redução de edema

– aumento da circulação local

Fricção transversal

Fricção circular

Fricção com o polegar

  • Vibração e agitação: pressão intermitente aplicada com as mãos sem suspender o contato

 

EFEITOS

– Aumento do fluxo linfático

– Diminui edema

PREPARAÇÃO DOS MEMBROS SUPERIORES PARA UMA SESSÃO DE MASSAGEM

– Friccionar as mãos

– Fazer uma fricção nos braços

– Amassar cada dedo

– Friccionar cada dedo

– Movimento rotatório das articulações (punho, cotovelo e dedos)

– Tapotagem no braço inteiro (com exceção das articulações)

– Movimentos de rotação dos ombros

– Fazer um alongamento.

Anúncios

Responses

  1. Adorei, uma super aula do Sistema Nervoso Periférico, Atençã0 Abelha e Vivi, ótimo para lermos, pra entender Termometria,, obs: Tem que colocar a musiquinha, uma delícia.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: